IFMT

Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional

início do conteúdo

Gestores do IFMT participam do curso de Elaboração de Desempenho Institucional

Publicado em: Reitoria / 30 de Agosto de 2017 às 08:17

Os gestores do Instituto Federal de Mato Grosso participam nessa semana, de 28 de agosto a 01 de setembro, no auditório da reitoria, do curso sobre “Elaboração de Indicadores de Desempenho Institucional”. O curso é coordenado pela Pró-Reitoria de Desempenho Institucional (PRODIN) e realizado pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) pela instrutora e professora do IFMS, Regia Maria Avancini. O curso foi ofertado para três turmas, cada turma com até 30 participantes, tendo um total de 90 servidores capacitados até o final deste ano.

De acordo com a instrutora da ENAP, Regia Maria Avancini, o curso pretende numa abordagem contemporânea tratar sobre os processos de uma organização pública. “Como olhar para esses processos, como compreender as fases dos processos e como aferir os resultados. Sejam eles, parciais ou finais. Ou seja, como aferir todo o esforço institucional que está sendo empreendido para chegar a um resultado que aqui no nosso caso é a missão institucional ‘Educar para a Vida e para o Trabalho’”, disse a instrutora da ENAP.

A instrutora Regia Maria Avancini questionou, “será que estamos educando para a vida e para o trabalho? Dentro daqueles parâmetros que o IFMT considera que deva conseguir? Ou adquirir?” Ela explicou que o curso tem por objetivo orientar os servidores e gestores que todas as ações cotidianas e rotineiras são importantes e fundamentais, colaborando para os resultados institucionais.

Regia Avancini conta que o curso trabalha de maneira lógica essas informações, transformando-as nos tão famosos indicadores que nada mais são que relações logicas de informações, de esforço e de resultados que a pessoa consegue em um determinado processo institucional para se alcançar a missão de uma organização. “A partir dessa percepção, quando você consegue enquanto gestor ou servidor organizar essas informações de forma lógica, num contexto pré-definido, você tem significado.  A partir disso, você consegue saber exatamente onde você está, como é que você está e onde você quer chegar. Se você está no rumo certo ou se você precisa corrigir o seu rumo antes que você chegue ao final, porque depois  pode ser que você não possa fazer mais nada. Você tem a possibilidade de corrigir o seu rumo, antes da chegada”, explicou a instrutora.

O reitor do IFMT, professor Willian Silva de Paula, ressaltou que o curso traz conhecimento à toda gestão do IFMT no tocante aos indicadores. “Esses indicadores a gente trabalha para organizar a nossa instituição. Com base nele que desenvolvemos um bom PDI e principalmente os nossos planejamentos estratégicos. O nosso foco principal é fazer com que esse trabalho chegue até os nossos campi, para que trabalhemos os setores que compõe cada unidade do IFMT, com vistas a desenvolver um bom trabalho para atender de fato as demandas que são necessárias dentro da nossa sociedade e dentro da nossa instituição”, explanou o reitor.

O pró-reitor de Desenvolvimento Institucional, professor José Bispo Barbosa, contou que o curso é voltado para a alta gestão do IFMT, como os diretores-gerais, os chefes de departamento de ensino ou diretores de ensino e os servidores das áreas pedagógicas. Bispo disse que estão focando nesses três grupos para que toda essa equipe saiba elaborar um Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) com conhecimento sobre indicadores.

“Para que a gente possa elaborar um bom PDI olhando para o futuro da instituição, é necessário que todos tenham conhecimento sobre indicadores. A maioria dos gestores não tem muito conhecimento sobre indicadores e o Plano de Desenvolvimento Institucional não é apenas para se colocar números, mas é necessário conhecer a instituição”, disse José Bispo Barbosa.

O diretor-geral do Campus Avançado de Lucas do Rio Verde, João Vicente Neto, falou que a expectativa do curso são as maiores possíveis. “Precisamos de indicadores que demonstrem e mostrem para nós, aonde precisamos melhorar. O Campus Avançado de Lucas do Rio Verde, a partir desses dois anos de implantação precisa ter esses dados para melhorar a sua eficiência, a sua qualidade para atendimento à comunidade”, salientou João Vicente.

A diretora-geral do Campus Avançado de Sinop, Gilma Chitarra, frisou também que tem grande expectativa sobre o curso. “Acredito que após terminarmos o curso, ele poderá nos dar embasamento para as nossas ações, porque sem indicadores a gente não consegue. Com indicadores que a gente trabalhar com os dados, as nossas informações, e aí sim, ver até onde podemos alcançar. Eu estou com grande expectativa no curso”, disse animada Gilma Chitarra.

Ao ser questionada se o curso poderia trazer uma melhoria para o Campus, a diretora-geral respondeu que sim, porque ele se trata de uma organização das ações. “Ele traz isso, e nos norteia para onde queremos chegar e o que devemos fazer para chegar. Para isso que estamos fazendo esse curso, para que a gente possa ter esse conhecimento de gestão”, conta Gilma Chitarra. 

 

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

Avenida Sen. Filinto Müller , 953 - CEP: 78043-400

Telefone: (65) 3616-4100

Cuiabá/MT